FESTA DA UVA 1950- ARTESÃS



Estande do trabalho de artesãs.
A primeira mulher, em pé a esquerda, com a toca na cabeça é Carolina Paviani Speggiorin. Sobre ela, sua neta Loudes Bossle, eu o seguinte depoimento: 
A ultima nona de pé ,a esquerda é minha avó Carolina Paviani Speggiorin mesmo doente ela participou da Festa da Uva de 1950,minha mãe em casa cuidando de uma bebezinha fofa recém nascida: eu! A nona tinha um tear.Ela fiava,isto é, torcia e esticava o fio até ficar da espessura q ela queria.Ela usava lã ou linho.Depois fazia o tecido no tear.Ela plantava o linho,batia o caule da plantinha até obter uma fibra e transformava em fio.

 6ª Festa Nacional da Uva
Durante a revolução de 30 e a segunda guerra mundial, a
Festa da Uva foi interrompida sendo retomada somente em 1950 em sua sexta edição e começou a ser preparada um ano antes. Dez municípios da região participaram da festa. Foi inaugurada  pelo presidente da  república, Eurico Gaspar Dutra que cortou a fita inaugural no dia 25 Fevereiro dando início a festa e uma tradição, a de que todas as edições da Festa da Uva fossem inauguradas pelo presidente em exercício. O presidente fez uma visita a exposição e depois assistiu o desfile de carros alegóricos. A Festa da Uva de 1950 foi realizada nos pavilhões da antiga Cooperativa  Madeireira Caxiense (onde atualmente estão instalados os supermercados Big e Carrefour) Em seu interior foi construído o palácio das festas que foi parcialmente destruído por um incêndio na noite de 17 de Março  de 1950, poucosdias antes do encerramento oficial da festa.